ShareThis

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Fauna brasileira: homo inabilis sapiens

O Brasil é um pais incrível e misterioso. 
Somos conhecidos pelas nossas riquezas naturais, fonte de água em abundância, um povo hospitaleiro e um solo fértil. Mas afinal, por que diabos esse grandioso país não vai pra frente? 
Ano após ano, cientistas e antropólogos da internacionalmente renomada Universidade de Vila Velha, patrocionados pelo tráfico de panelas de barro, realizaram pesquisas profunda no campo social e animal do nosso país (que são praticamente a mesma coisa) e fizeram descobertas inacreditáveis.
Aqui vai a primeira descoberta: o Homo inabilis sapiens (ou homem que é incapaz de saber).
(Exemplos desse espécime em seu habitat natural)

O Homo inabilis sapiens é uma espécie que está longe de ser extinta no Brasil, acontece que esses primatas atrozes são muitas vezes confundidos com nós, os seres humanos. Está certo, nossos genes são praticamente iguais e podemos até gerar crias ferteis com eles (o que é uma pena). Estima-se que 150 dos 183,9 milhões de brasileiros (IBGE 2007) são na verdade homo inabilis sapiens. Dado que surpreendeu os pesquisadores, mas não nós. 
Aqui vai uma entrevista com o coordenador da pesquisa, professor Jota Três, que vai nos explicar um pouco sobre esse incrivel espécime.

Movimento Cultural Splatter - Professor, primeiramente parabéns pela sua excelente pesquisa.

Jota Três - Falowz!

MCS - Nos explique um pouco melhor sobre sua descoberta, o Homo inabilis sapiens.

J3 - Pow, o caso é sinixtro, tá provocando outro arrastão nos alicerces da ciência. O Homo inabilis sapiens é praticante igual ao Homo sapiens, mas tem algumas diferenças. Ele geralmente é mais irado (risos) e toma atitudes pouco racionais.

MCS - Que atitudes são essas?

J3 - Enquano nós da elite intelectual e produção cultural no
s preocupamos com coisas como o sentido da vida, experiencias culturais, etc, o homo inabilis só possui instintos primários como : "comer, dormir, comer (risos), e folia (conhecido também como estrondar)".

MCS - E onde encontramos esses animais?

J3 - Mais uma vez virou freguês,você pode encontrar o bixo em todo lugar. Por ser uma espécie com limitações, a procriação é basicamente sua única atitude.

MCS - Mas é uma espécie relativamente inteligente, não?
  
J3- Sim, mano, o caso é surpreendente. A maior parte deles consegue se comunicar com um dialeto primitivo e conseguem, com algum esforço, realizar operações matemáticas básicas. É 
engraçado porque a maioria dos cidadãos do nosso país, quiçá do mundo, é composta por homo 
imnabilis, que estão realizando atividades sociais normais como trabalhar, estudar, votar e 
ocupar cargos públicos.  

MCS - Eles acreditam em divindades, têm cultura?

J3 - Bom o estudo é um pouco vago, mas há indícios que eles cultuam um espécie de lugar cheio de equipamentos complexos onde eles fazem esforços, aparentemente desnecessários. Possuem gurus ou sacerdotes que geralmente, antes do seu nome possuem um par de letras (deve ser uma intitulação religiosa ou coisa parecida). Sobre sua "cultura", eles normalmente se reunem em milhares num ritual de acasalamento um pouco indigesto de se olhar, regado de uma espécie de sonoridade repetitiva, devido a sua limitação de vocabulário. Violência e sexo forçado são muito comuns nesse rituais.

MCS - Que coisa estranha, não?

J3 - Sinistro.
(Foto reveladora do ritual de acasalamento)
MCS - Obrigado professor, espero que continue sua pesquisa com sucesso.

J3- Espera que vou terminar com uma rima!

MCS - NÃO, NÃO É NECESSÁRIO, PROFESSOR, MUITO OBRIGAD..

J3 -Uai e J3 provocando outro arrastão! Mais uma vez virou freguês...

MCS -  NÃO, NÃO VALEU!

J3 - cola e limão!...

Continue lendo >>

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Homem VS Terra: Só pode sobreviver um

IT HAS BEGUN!

A Terra é um belo planeta, é a nossa casa e o nosso lar. Ela é também a maior assassina de todos os mundos conhecidos. Quantas pessoas são assassinadas todo o ano? Agora, pegue este número e multiplique por muito; esse número irracional é a quantidade de pessoas que foram mortas pela Terra.

Ela ataca de inúmeras maneiras: usa sua gravidade para aleijar e matar várias pessoas, os afoga nos seus mares, rios e lagos, nos mata com seus deslizamentos de terra e gelo, tira nossas vidas com tempestades, furacões e tornados, nos queima com sua lava, nos mata de sede em seus desertos e até mesmo em alto mar (náufragos geralmente morrem de sede, sendo que estão cercados da única água que te mata se você beber, prova do prazer doentio da Terra com nosso sofrimento).
Sem contar com os mortos pelos seus servos: inúmeras pessoas foram mortas por árvores e outros vegetais, os animais matam humanos desde sempre, desde crocodilos e tubarões até germes e vírus que nos matam por dentro, mais uma vez mostrando o sadismo deste planeta vil.

Por anos nós fomos submissos desta tirana, mas hoje nós temos como lutar de volta. Começamos aos poucos mirando primeiro em seus servos. Nem árvores, nem animais, e, graças à penicilina, nem os germes ficaram impunes. Nós finalmente começamos nossa vingança; os tombamos, os comemos, os exterminamos. Viva a raça humana e a revolução contra a Terra!

Enfim começamos a guerra direta contra a maldita. Leves ataques no começo com nossas próprias armas, como o plástico e o vidro: nossas granadas e baionetas nesta guerra. Nós atacamos suas servas mais imponentes primeiro; o front na Amazônia vem lutando com todas as suas forças para acabar de vez com a força opressora e nós vamos conseguir.
Todos nós ajudamos na guerra em um front, os oceanos, um dos mais difíceis de ganhar. Toda vez que você puxa a descarga você entra na luta. Toda vez que você finge que acha que seu lixo não vai ser “enterrado” no meio do pacífico, você entra na luta. Sim, são gestos pequenos, mas todos eles valem. De vez em quando, aplicamos um golpe mais forte, como os corajosos guerreiros do Exxon Valdez que deram o equivalente ao onze de setembro nos oceanos, mas nunca se esqueça que este golpe foi uma represália pelo Titanic. Cada gota de óleo nos oceanos, cada saco plástico, é para compensar uma vida que aquela sopa de morte nos tirou.

Além dos constantes ataques, como o brutal ataque de 26 de dezembro de 2004, em que a terra nos roubou 230mil pessoas, há aqueles que lutam pela terra, aqueles tão acostumados com a mão cruel de Gaia sobre seus ombros que não conseguem viver sem ela: partidos terroristas, como o Green Peace, que protegem criminosos conhecidos (na bíblia há relatos de um homem que foi devorado e mantido prisioneiro por uma das bestas que os bravos soldados japoneses combatem até hoje), e até partidos “verdes” que empregam uma política de obediência e subserviência a Gaia.

Pois eu digo não!

Vamos lutar, dane-se esse planeta que nos oprimi, usa de sua gravidade e resistência do ar para nos impedir de voar e dificultar nossa escapada. A Terra quer guerra, pois bem, terá uma. O homem não vai continuar a ser subjugado, nós vamos lutar, sim! A Terra é covarde: quando os primeiros focos de resistência começaram com os dinossauros, ela pediu ajuda de outros corpos celestes e eles a ajudaram eliminando a ameaça escamada, mas o sacrifício de nossos irmãos escamosos não vai ser em vão. Nós também temos aliados, como o Sol, e mesmo que a Terra nos vença, o próprio Hélios virá e porá um fim no reinado de terror desta déspota cruel.
Nós temos armas, nosso projeto mais ambicioso e que pode nos trazer a vitória, o nosso projeto Manhattan contra a Terra: o LHC. Logo, nossos buracos negros vão nos libertar.

Então, irmãos, lembrem-se: a Terra é mais velha e mais experiente, mas nós somos humanos. Nada que cruzou nosso caminho sobreviveu muito, de animais às leis básicas da natureza. Nós podemos vencer, nós vamos vencer. Continuem lutando, eu sei que eu vou.
(Traidores)

(peguem eles rapazes)
(Em breve)

Continue lendo >>

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Scamufumaflébous, mais do que um monte de sílabas.

Boa Noite, o Splatter Repórter volta hoje com um caso no mínimo bizarro.

O peculiar mundo do Splatter tem sua própria fauna, que em sua maioria é composta por diferentes variações de hominídeos, a exemplo do Homo Grotescus (Homem Ogro) e variações do Homo Sapiens Sapiens, à exemplo de Homo Sapiens Meretrix (De propósito).
Porém, alguns dos mais fascinantes espécimes desta incrível fauna não é de descendentes dos macacos, alguns são seres lendários e outros terrivelmente reais. O Kiwi-Fênix base da religião Splatter é uma dessas criaturas (mais a seu respeito em outra postagem neste blog).
Neste artigo exploraremos uma criatura de hábitos peculiares e existência duvidosa, pois a maioria, se não todos, que já o “viram” são conhecidos como arruaceiros, baderneiros e pessoas que por não ter o que fazer inventam fábulas a fim de desmoralizar, intimidar e envergonhar a si mesmos ou a outros; esta criatura lendária se chama Scamufumaflébous.
Esta criatura já foi observada em inúmeras localidades e o único critério para suas aparições que os nossos cientistas Dr. Wiki e Dr.Google encontraram é que ele só aparece em áreas em que existem altas concentrações de álcool. Esta criatura arisca aparece geralmente tarde da noite,  possivelmente atraída pelo cheiro de álcool sempre presente em qualquer pessoa fora de sua casa neste horário, e ninguém ainda sabe o porquê.
Scamufumaflébous nunca atacou ninguém diretamente. Nem mesmo o álcool que o atrai foi seu alvo aparente; sua única vítima foi a “fala”. O peculiar Scamufumaflébous expele certas enzimas pelos seus poros que supostamente atacam a parte do cérebro responsável pela fala. Esta parece ser sua única característica, ninguém que o viu consegue se lembrar de sua aparência no dia seguinte -possivelmente um efeito a mais das enzimas (provavelmente chaparam o melão e não se lembram nem do nome direito). Seu nome veio das inúmeras tentativas de avisar os próximos de sua presença, mas devido as enzimas (ou quantidades cavalares de Piraquê em uma boca amortecida por álcool) o máximo que as pessoas conseguem falar é um amontoado de silabas desconexas (também conhecidas como papo de bêbado). A maioria das pessoas em sua presença apresentou perda de dicção, alguns casos mais graves (como no caso do ET de santa caralha que disse “Tiradentes é o único santo brasileiro que não sabe voar”, o que pode ser tirado como ignorância cultural, afinal todos sabem que Tiradentes sabe sim voar, mas não possui visão de calor como, por exemplo, frei Galvão) conseguiam completar frases sem problemas mais o sentido era totalmente perdido. A sua lenda continua, será ele fruto da imaginação de incontáveis seguidores de Boris ou será ele de verdade, veja os relatos a seguir e tire você suas conclusões.
"Foi muito esquisito, foi o domínio do animal sobre o homem! " (Ventania, Designer)
"Foi traumatizante, foi como ser atingido por uma avalanche de paradas."
(Mario Barros,Músico,Pimp)
"Us cara são um sinistros!"
(Ventania outra vez, horas depois, visivelmente podre)
"Estou assustado, acho que não tenho escolha a não ser pegar minha galera e vazar."(uh......,eu,claramente tentando impedir os amigos de ficarem bêbados,acabando com o álcool eu mesmo)
(Nossas fontes confiáveis se preparando para caçar a criatura)

Continue lendo >>

domingo, 18 de janeiro de 2009

Campanha Solidária

Desde a segunda guerra mundial os movimentos pelos direitos humanos vêm ("vem" pela ortografia nova de maricas analfabetos) ganhando espaço, tudo começando com a assinatura da carta dos direitos humanos. Infelizmente, vários atos de guerras são alvos de críticas, desde as bombas atômicas ao ataque de Israel hoje. Inclusive passei por vários julgamentos por minha conduta em guerra, mas isso não vem ao caso.

Com o aumento de ativistas chegou o momento de lançar uma campanha realmente efetiva e participativa. É a campanha:

EUTANÁSIA: MORRA POR ESSE IDEAL

É muito simples, as pessoas que desejam aderir a campanha devem se inscrever em uma clínica ilegal ou no exterior para o procedimento da eutanásia (apenas com a diferença que você não tem um enfermo incurável), é um pouco demorado mas comprovadamente indolor.
Essa campanha tem como objetivo legalizar a eutanasia e ao mesmo tempo reduzir o número de ativistas. Então, o que você está esperando? Participe já.

O movimento cultural splatter não se responsabiliza por qualquer pessoa que realmente seguir essa campanha ou fizer quaisquer atos ilícitos.

Continue lendo >>

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Comments from those who care.



Salve salve, senhores passageiros, começou mais um Big Brother!
Com o mesmo entusiasmo de um Stephen Hawking sob overdose de maracujá with drugs, pergunto "E daí?". E-da-í?!
Não, caros leitores, esta frase não foi só pra me gabar sobre o quanto eu sei separar sílabas e tal, até porque isso o Kleber Bambam também sabe fazer (eu acho)... O ás da parada é mais embaixo.
Mais aclamado do que o Chinese Democracy e mais aguardado que o BBB 2012 é o BBT: Big Bother Terminal, o novo reality show que vai dar o que falar!
Uma mistura de No Limite com Big Brother e Pimp My Ride, o BBT é o único reality show capixaba indicado ao prêmio kiwi de ouro em Cannes, e agora pode deshiatar o hiato deixado há um ano pelos apresentadores Serejo e Paulo Rubens, que dividiram o prêmio pelos programas: Show de Talentos Capixabas e Todas as Tribos.

Ao contrário do que dizem as más línguas, o BBT não será um reality show sobre doentes terminais, portanto não concorrerá diretamente com o programa Show da Fé, apresentado pelo showman e dublê de pastor RR Soares.
Ferreira Netto será o nosso hostess nesta nova aventura pelos terminais da Grande Vitória, onde os telespectadores vão poder interagir ao vivo e eliminar um vendedor ambulante por dia ligando para o programa e indicando quem vai ser jogado na pista pelos outros participantes, na prova do Empurrão!
Há também a prova da comida, em que cada "brother" receberá um torresmo e um Prestobarba, todos em busca do cobiçado Sistema Imunológico. Na Prova da Comida Agressive os "brothers" e as "sisters" vão se enfiar (literalmente) dentro do ônibus, para divulgar um lançamento qualquer da Mercedes-Benz.
Todos os dias, também, haverá a prova do anjo. Em um ônibus lotado, avatares da Nokia e mp9 players estarão escondidos nas mochilas dos participantes. O primeiro brother que encontrar um dos avatares deverá ficar com ele pendurado no pescoço, ganhando assim a imunidade de pagar a passagem.
Presenças ilustres como Seu Roger e Seu Violão já estão confirmadas na estréia que acontece dia: 21/12/2012, em um terminal pertinho de você!

Continue lendo >>

sábado, 10 de janeiro de 2009

O Kiwi

Os kiwis são animais nativos da Nova Zelândia, são as menores aves ratitas vivas (não voadoras não nadadoras). O palavra kiwi tem significado em Maori, significa "de origem imitativa", porém os pesquisadores acreditam que a palavra venha de uma língua ainda mais antiga, provavelmente o Neozealandes Arcaico, e que seu significado original seja diferente.
Um kiwi adulto pode sofrer de graves problemas psicológicos, embora sejam conhecidos por seus hábitos noturnos e timidez, há relatos de ataques e abuso sexual como nesse site http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs.aspx?cmm=2599389&tid=2524468750288689545&kw=Kiwis , onde relata Kiwis que mataram uma ovelha e molestaram cachorros. Os kiwis também sofrem por serem aves que não voam, esse sofrimento já foi inspiração para vários artistas conteporâneos, confira o vídeo abaixo.

Os ovos de uma Kiwi são dez vezes maior que de uma galinha, pesam em média 450 gramas. Alguns ovos podem ter o volume maior que o volume da Kiwi que o botou. Os kiwis botam seus ovos apenas uma vez por ano.
Cientistas, por meio de testes de DNA, verificaram que seus parentes mais próximos são os Emus. Todavia Kiwis conservadores acham essa afirmação uma blafêmia, uma vez que pelo livro do Gênesis dos Kiwis eles foram criados a partir do caos pela Kiwi-Fênix.
"Havia o caos, e a partir dele a Kiwi-Fênix gerou todos os ovos que seriam os Kiwis." Gênesis dos Kiwis capítulo 2 parágrafo 1.
Uma das seitas dos kiwis acredita que eles podem ascender como uma Fênix e dominam os céus quando isso ocorre. Outras acreditam que apenas a original pode ser a Fênix e os outros Kiwis apenas são tocados pela suas chamas.
Os kiwis estão em perigo de extinção, principalmente devido ao contato com o homem. A transformação ilegal de Kiwis silvestres em frutas põe em perigo uma das espécies mais antigas da Terra. Então, antes de comprar seu próximo Kiwi, procure saber se eles são feitos a partir de Kiwis de cativeiro.

Continue lendo >>

Aplicando as Leis da Física

Uma das unidades mais requisitadas da policia, a policia da física, é conhecida por ser implacável, seus únicos casos de corrupção só acontecem porque é fisicamente impossível uma organização que mantém a ordem não ser nem um pouco corrupta, até seus crimes são previstos por suas leis teorizadas matematicamente com antecedência.Sobre a liderança de comissário Hawking a polícia da física, não limitações, eles são as únicas pessoas que tem permissão para usar de armas como o vôo sem propulsão e carros que atingem inúmeras vezes mais que a velocidade da luz para que possam impedir infratores. ”Ah inúmeros infratores que são reincidentes como o seu Kal-el, já peguei ele fazendo 1.000.000.000km/s em uma zona que permite para indivíduos corpóreos um limite de 299.999.999k/s” relata Norrin Radd ex criminoso da física agora tenente da policia da física.

(Oficial Fermi levando um dos reincidentes mais ilustres de volta pra encarar sua violação mais recente,uso de visão de calor sem explicação cientifica aparente)
”Eu costumava ir ainda mais rápido que o individuo a cima, voltava no tempo, todo tipo de violação da física eu tava metido, naquela época eu andava com grandes violadores, principalmente o Don Galactus, mas eu prefiro não falar sobre isso” continua ele visivelmente ressentido de seu passado.
A velocidade é o crime mais comum, mas não é nem de longe o único, ”Meu avô era policial e ele autuou um tal de Jesus, o meliante andou sobre a água e multiplicou pão e peixe, crime de não rompimento da resistência da água o que é um 357, e crime de falsificação de matéria um 441, e isso só os que ele foi pego em flagrante, se a batida na casa dele tivesse chegado antes ele tinha sido pego por um 228 isso é transmutação não autorizada(algo sobre uma falta de vinho na festa, que ele deu um jeito de maneira ilegal),ele ainda tentou mandar um “você sabe quem é o meu pai” pro meu avô mas não adiantou ele tinha um informante e autuou ele ali mesmo no monte das oliveiras na frente da gangue dele ” relato de um policial do distrito de Jerusalém um ponto de renomados criminosos da física.
(Foto no 1°DPJ de Jerusalém de Jesus depois de ser levado por duas curas inexplicáveis, e incontáveis outras violações menores)
No futuro mostraremos mais violadores das leis da física com o nosso COPS :divisão da física, aonde seguiremos o dia a dia dos oficiais Tesla e Fermi, e teremos também Law & Order:Física, para os casos de quebra de leis da físicas que chegam ao tribunal, com os Promotores Schrödinger e Richards.

Continue lendo >>

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Splatter Repórter e o ET de Santa Caralha...


[Postado ao som de Aerials - System of a Down]

Boa noite (pausa dramática). Apesar de todo o agito e ferveção, o Movimento Cultural Splatter é, antes de tudo, um espaço foda para a discussão de assuntos relevantes para toda uma sociedade, {ironia} assim como todos os movimentos culturais sempre foram e sempre serão {/ironia}.
E é por isso meRmo que a Central Splatter de Jornalismo tem o maior orgulho de apresentar (tá, chega de ironia porra!) o sensacional Splatter Repórter, seu canal sinistro de notícias...
Muito se fala da escrotização moral e zuação pesada que assombra os jovens de Campinho, nano distrito de Domingos Martins, que por sua vez é uma micro cidade-quintal da mini capital do Estado (?) do Espírito Santo, Vitória. Sob a administração do donatário Wesley Sathler e do atual prefeito, mais conhecido como "O alemão", o minimunicípio passa por sérias dificuldades.


Enquanto os filhos da classe fudida porram seus próprios pais no meio da rua, a elite playsson usa de toda a sua elegância e charme 'sintonia no ar' para desfilar com seus carrões super transados à meia-luz das estradas martinenses. Muitos correm, outros ouvem jazz, alguns até ousam correr e ouvir jazz ao mesmo tempo!
Foi numa dessas cagadas homéricas que o doutor Destino nos prepara de tempos em tempos que um jovem yuppie martinense (ao qual vamos denominar apenas "James Mc´n´Toy" e o qual não pertence de maneira alguma e/ou também não tem ligações com a famiglia Receputo) fez o que os cientistas britânicos chamam de Contato com Estudantes do Segundo Grau.
Regados a maconha, haxixe, thinner e outras droguinhas em geral, os estudantes logo vazaram e, ao som de Miles Davis, Mc´n´Toy foi capaz de observar através de faróis xenon cor azul-foda um vulto inacreditível: Era ele, o ET de Santa Caralha!


"Vou zuar, logo pensei, mas depois lembrei que não tinha trazido a minha câmera...", assim falou Zaratustra, amigo de James que botou a pilha errada em seu colega para que ele levasse o ET de Santa Caralha até sua casa, onde juntos poderiam zuar e tirar fotinhas para colocar no myspace.
Zuão e irreverente como é, James não recusou o desafio super saudável e levou o ET na trunk de sua Hilux DeLorean Mega XLR, curtindo agora uma música clássica (tipo Legião Urbana, saca?!). O problema é que James Mc´n´Toy e seus amigos viram em ET também um companheiraço, de bebida e principalmente de zuação. Assim o moço rico da zona norte martinense, que já tinha em sua casa cinco cachorros, dois messias e um peixe beta, ganhou mais do que um simples amigo... Ganhou um novo irmão.

Continue lendo >>

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Entrevista com Charlinho

Olá pessoal! Meu amigo Charlinho foi entrevistado há algum tempo no Jornal Jornal, estou com muita saudades dele. O vídeo está logo abaixo para quem perdeu no dia.



Só lembrando que caso fique interessado em algum dos colaboradores do blog, os nossos perfis estão à direita.

Até logo.

Continue lendo >>

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Novo postador na área

Eae galerinha do mal!!! Aqui quem posta é o mais novo postador Jefferson Gottardo, estou muito feliz de ter sido convidado para participar desse belíssimo blog. Estarei postando aqui todas as informações necessárias para levar uma vida radical com muita BIKE. Falarei um pouco da minha vida para vocês me conhecerem melhor.

Nasci no extremo norte do Brasil, Roda dÁgua, ES. Lá, morava com minha mãe (Jane), meu tio (meu pai Steve morreu quando ainda era um bebê e meu tio casou com minha mãe logo depois) e meus dezesseis irmãos no qual eu era o caçula e uma irmã (Sandy). Ia para escola todos os dias com meu amigo Charlinho, andávamos 1200Km descalços todos os dias para às vezes descobrir que não havia aula, era uma vida muito triste.
Mas então ocorreu o dia mais feliz da minha vida, minha mãe fez uma surpresa de natal mim. Ela havia vendido dois dos meus irmãos para experimentos (eles tinham sido mal-criados) e me comprou uma BIKE. A partir daquele dia tudo ficou mais fácil, agora podia estudar facilmente.
Meu esforço diário logo chamou a atenção de caças-talentos, como esse homem chamado Roberto Justus. Ele me propôs um desafio, queria que eu fosse o garoto progaganda de seu setor de bicicletas. Me mudei para Vitória e foi quando comecei a divulgar o esporte, porém logo fui demitido quando Roberto Justus abandonou o setor com a crise de 98 e a concorrência desleal da Caloi.
Todavia o dinheiro que havia ganhado me garantiu que eu cursasse Educação Física na UVV e fizesse a pós-graduação em Bike. Com o meu sucesso toda minha família resolveu se mudar para meu humilde apê de dois quartos.
Tive sérias contusões com o esporte, mas hoje estou firme e forte e quero continuar divulgando meu esporte. Por sinal dia 20 terá uma maratona de bicicleta.

Até mais e boa pedalada.

Continue lendo >>

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Autist boys:Ascenção e Queda

Autist Boys, uma das mais populares bandas saídas do Uzbequistão (no tiro), é também uma das mais controversas do mundo.
Fugindo da imagem de bons moços que tantas boy bands usaram no passado, eles exibiam um som mais pesado e letras mais explicitas que muitas bandas gore.
Variando de musicas pop com ritmos simples porém envolventes à musicas tão experimentais que seu ritmo é apelidado de autista em homenagem a banda; eles abalaram alicerces no fim dos anos noventa mas a musica dava lugar muitas vezes as crises internas.
Membros como Jim Zanetti lidavam com seus problemas com o álcool, os outros se metia em incontáveis disputas judiciais graças as suas letras selvagens e de baixo calão principalmente suas tiradas ofensivas contra as “minorias”.

Jason Warrick estava em inúmeros tablóides com as suas já conhecidas investidas criminosas e incontáveis escândalos envolvendo sua triste vida pré-Autist Boys.
A banda se separou finalmente em 2003. Mas tentou renascer como o seu símbolo o Kiwi-Fênix, porém a perda de um dos maiores ícones da musica Patrick Makêle abalou todos os membros da banda, que entraram em um Hiato sem mesmo a banda ter voltado, o que é mais um motivo de controvérsias, afinal como diabos uma banda que acabou pode dar um hiato, quero dizer um hiato para uma banda parada seria o que? Eles tocando de novo por um tempo?
Mas, ignorando esse claro absurdo provavelmente vindo de muitas pedras de crack usadas por todos os membros por anos afio;
A banda emfim pensa em um retorno seu álbum novo que estava programado para 2004 que faz parte de uma trilogia épica sobre o amor incondicional dos membros da banda em relação a Patrick, Boris, e o Kiwi-Fênix, agora estará a venda no final do ano que vem, mas a banda já planeja um tour pelo planeta para preparar os fãs para seu novo álbum.
Se for um fracasso, ou outro de seus estrondosos sucessos só o tempo dirá, mas os Autist boys continuaram com sua musica e certamente com seu lugar nos corações de dúzias de fãs.
(Incluindo eles mesmos) 


Continue lendo >>

Amigos da Eutanight

O termo eutanight é usado para caracterizar uma virada de noite em total ócio, normalmente acompanhado pelo uso excessivo de álcool. Acompanhando essa jornada mórbida estão sempre presentes alguns amigos.

O primeiro dos amigos é o mais conhecido entre eles no âmbito internacional e grande amigo de guerra, seus feitos mostram que mesmo um eutaclubber pode atingir a fama. Ele é ninguém menos do que Bóris Nicoláievitch Iéltsin (Борис Николаевич Ельцин), nascido em 1931, abriu o período "democrático" e capitalista da Rússia, governou-a com muita vodka de 1991 até 1999, morreu em 2007. Agora seu espírito habita as garrafas de destilados russos ou suas imitações e sua sina é um exemplo para os seguidores de seu estilo de vida.

O segundo amigo é, na verdade, uma amiga. A companheira Cátia. Ela nem sempre é bem vista entre os eutaclubbers, mas possui uma das melhores receitas de drinks: corte o limão em oito pedaços, acrescente açucar, esmague tudo com um socador, bote cubos de gelo, por fim ponha a cachaça e pronto, aí está a caipirinha.
O último e não menos importante é o famoso pirata Ron Montilla, nascido em 1957, possui o espírito ousado, bravo e desafiador dos piratas. Sua bebida não podia ser outra além do rum, o rum surgiu há cerca de 300 anos com a introdução da cana de açucar pelos espanhóis à América Central. Ele possui um site próprio http://www.montilla.com.br/
Lembrem-se, sempre levem um amigo ao uma eutanight e talvez você morra de cirrose.


Fiquem com Bóris!

Continue lendo >>

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Introdução ao FunkDô

O FunkDô é uma arte milenar assim como o Kung Fu, o Muay Tai e as outras lutinhas ninjinhas. A história nos diz que foi criada na década de 90, juntamente com a destruição artística musical chamada Funk, nos morros do Rio de Janeiro, mais precisamente nas favelas controladas pelo tráfico.

O seu conjunto de técnicas é único, uma vez que seu propósito é aliar a expulsão dos PMs com o ritmo frenético proporciado pelo funk. 
Na modalidade sem armas, a postura mais conhecida é o "espanta-prayboy", uma técnica de defesa que consiste em se apoiar em apenas uma perna, projetando a outra para afastar o oponente e aplica-lo chustes, o corpo é projetado para trás para garantir a distância e as mãos giram no centro defendendo o corpo mas prontas para deferir um soco-cascudo.
Na modalidade com armas, a técnica mais conhecida é a bala rápida, onde o usuário da técnica dá um impulso na pistola para dar mais velocidade à bala, tornando-a assim mais letal.
Há toda uma hierarquia por trás do FunkDô, nos ranks mais baixo é preciso apenas aprender o movimento perdeu-prayboy para progredir, porém em ranks mais altos o nível de conhecimento é muito mais alto, dizem que alguns mestres conseguem até desviar de balas perdidas.

(Mestre do FunkDô)

Até a próxima...

Continue lendo >>

O Começo

Humildes servos,


Assim como no Gênesis do Kiwi há um começo, também somos iniciados do Caos. Não tenho tempo para as ondas vibes que infestam o meio dos blogs, pretendo aliená-los com o mais puro conhecimento Splatteriano.
Aqui vocês serão informados de datas importantes (dia da eleição, dia do aniversário do Splatter, dia do Apocalipse entre outros), lições de vida e culinária.

Fique ligado...

Continue lendo >>

  ©Movimento Cultural Splatter - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo