ShareThis

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Introdução ao FunkDô

O FunkDô é uma arte milenar assim como o Kung Fu, o Muay Tai e as outras lutinhas ninjinhas. A história nos diz que foi criada na década de 90, juntamente com a destruição artística musical chamada Funk, nos morros do Rio de Janeiro, mais precisamente nas favelas controladas pelo tráfico.

O seu conjunto de técnicas é único, uma vez que seu propósito é aliar a expulsão dos PMs com o ritmo frenético proporciado pelo funk. 
Na modalidade sem armas, a postura mais conhecida é o "espanta-prayboy", uma técnica de defesa que consiste em se apoiar em apenas uma perna, projetando a outra para afastar o oponente e aplica-lo chustes, o corpo é projetado para trás para garantir a distância e as mãos giram no centro defendendo o corpo mas prontas para deferir um soco-cascudo.
Na modalidade com armas, a técnica mais conhecida é a bala rápida, onde o usuário da técnica dá um impulso na pistola para dar mais velocidade à bala, tornando-a assim mais letal.
Há toda uma hierarquia por trás do FunkDô, nos ranks mais baixo é preciso apenas aprender o movimento perdeu-prayboy para progredir, porém em ranks mais altos o nível de conhecimento é muito mais alto, dizem que alguns mestres conseguem até desviar de balas perdidas.

(Mestre do FunkDô)

Até a próxima...

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

  ©Movimento Cultural Splatter - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo