ShareThis

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

WELCOME TO THE JUNGLE - O INÍCIO

Convidaram-me para escrever neste tão famigerado blog a fim de proporcionar a todos um pouco de histeria e palavrões aleatórios com o sempre expressivo modo “Jungle” de ser. Acho isso engraçado: Odeio blogs!

Blogs são instrumentos mortais nas mãos de pessoas erradas, como por exemplo, estudantes de Jornalismo ou Direito. A diferença entre os tipos reside no fato de que uma menina de jornalismo é reta e escreve algo que tenha ao menos o mínimo de adequação com o mundo real (mesmo que seja sobre o filme que ela viu no “FDS”), enquanto que a menina de direito posta sua prova respondendo a questão: “Porque a obediência ao direito implica a realização de um dever ser axiológico constituído historicamente?” (isso aconteceu mesmo e, ao que parece, existe resposta para a questão).

Os organizadores deste antro de prostituição virtual me pegaram completamente desprevenido, pois eles acham que eu não faço nada da vida, de semelhante modo a líderes religiosos diversos. Aliás, muitos acham que ficarei blasfemando em meus posts: Enganam-se! Após descobrir que um dos “colunistas” desta casa cibernética de prevaricação posta blasfêmias em EPISÓDIOS apenas para garantir sua vaga no inferno com certeza e previsibilidade, eu pensei bem e vi que não posso competir com nada desse nível. De início almejei surpreender a todos escrevendo sobre algo bem fofinho, como o amor. Aqui está o pedaço do post que pensei escrever:


“ Acho que todos pensaram que eu escreveria um abarrotado de palavrões e histerias e coisas dementes, no entanto não é essa a idéia nesse primeiro post: quero escrever sobre o amor.
Cara, o amor é foda. O amor é do caralho mesmo. Pensem no que um cara apaixonado faz: ele se mata, se veste como um bom menino, uns até trabalham (risos). Por que?
Muitos cantores, filósofos e também hippies, a exemplo de Jesus, tentaram explicar o amor e suas tão complexas conseqüências na sociedade. A verdade, porém é que, talvez com exceção do nosso amigo hippie, todos falharam escrotamente.”


Fica registrado e positivado que eu tentei. Vou falar mal do funk mesmo porque é sempre fácil.

Funk é uma merda.

Estava discutindo com um amigo meu sobre nomes de funkeiros. É !! Nem todos se chamam “Buiú”, acreditem. Meu amigo me disse que ouviu falar de um MC cabide. Fiquei chocado com tamanha falta de noção e resolvi partir para uma jornada de caráter investigativo.
Mas onde procurar? Que tipo de ambiente marginalizado caberia tão grande bestialidade? Qual seria o lugar com a maior concentração de gente desocupada e retardada do universo?

RESPOSTA: O ORKUT.

Fiz um Orkut ! Afinal, toda vitória demanda sacrifícios. Comecei minha pesquisa com uma ferramenta simples que evidencia amontoados de pessoas com características, geralmente idiotas, em comum: As comunidades. Pesquisei nomes de MCs e pra minha surpresa encontrei todos que tentei! Isso pode parecer pouco surpreendente para quem não me conhece e não faz idéia do tipo de doença que assola minha mente. A saber, apostei em:

Tá. Eu sei que está chato. Uma hora eu também me cansei disso. Entretanto, um bom pesquisador não desiste. Fui mais longe: pesquisei em algo que excede todo entendimento no nível da imbecilidade. Fui além das fronteiras do inimaginável, no que diz respeito à perda de tempo e homossexualismo cibernético. Isso mesmo: o FACEBOOK!
Tinha vários nomes pra colocar, mas isso aqui é DEMAIS. Não quis nem conferir; olhei do google mesmo e poupei minha mente do pior:http://www.facebook.com/mr.burro
Espero mesmo que não se trate de um funkeiro. Seria muito triste.

Eu compreendo que o próprio nome “MC” faz-nos partir do pressuposto que os pobres diabos não sabem muitas letras, mas vá lá... tudo tem um limite. É serio. Eu fico puto com isso. No google eu achei MC Safado, MC Vadia, MC Piranha, MC Orgia, MC Burro e até um MC pururuca ( o site disse: você quis dizer MC Piroca?). Isso não tem cabimento.

EU TENTEI ME CONTER, é verdade, mas diante das circunstancias eu não tenho outra opção, tenho que me revoltar. A única coisa a fazer agora é ir dormir (PUTO) sem esquecer minha oração:

"Senhores supremos do rock,
Concedam-me a paz nos ouvidos. Dêem-me forças pra suportar este mundo tão idiota e ferrado. Guiem-me por estes caminhos incertos e tortuosos e livrem-me de toda sorte de porcarias musicais até a vinda do novo George, do novo John, do verdadeiro Paul e de um novo Ringo também (por que não?)".
Por hoje é só isso e acreditem: A tendência é que eu piore.

“Welcome to the Jungle”

5 Comentários:

Míope sem óculos disse...

Estudantes de Jornalismo e blogs, definitivamente, não combinam...

podaskdopaskdaksdoask

Anônimo disse...

Drogas pesadas meu jovem.
e tenho dito.

Daninjutsu disse...

ahuahuhau maldito pais tropical!

Larroza disse...

Adivinha só?
Encontrei Mc Jungle.
(sadismo matinal em pleno sábado chuvoso)

No dia em que aparecer um MC Larroza, obrigatoriamente serei eu mesmo (depois de uma lobotomia malsucedida) já que nenhum funkeiro conseguiria soletrar Larroza. Isso é uma verdade cósmica irrefutável.

Anônimo disse...

mc gohan:
http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=44453416

Postar um comentário

  ©Movimento Cultural Splatter - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo