ShareThis

domingo, 24 de janeiro de 2010

Colunna D´Agostino: Quem vê cara não vê piru


Bongiorno. Me chiamo Gigi D´Agostino e la mia Colunna parlerà sobre tutti! Sou formado em história do fascismo pela UniBAN e dj nas horas vagas. Também falo merda nesse blog sempre que possível e pratico bike trial na praia de Camburi com meu labrador Vincenzo.
La Colunna D´Agostino de hoje vai tratar de um assunto muito, muito polêmico, um caso de saúde pública que anda preocupando as maiores autoridades em piru na OMS. É a Síndrome do Pau de Grego. Mais conhecida como "rola encroada" ou piruzinho, essa síndrome não consegue respeitar ninguém, não importa sua classe social, religião, QI ou sexo.
Descoberta por Ricardo Macchi no documentário em tempo-real "As Bombas de Hércules", a doença atinge principalmente caras bombados em idade mental pré-escolar, mas também pode se manifestar em travestis hermafroditas, como é o caso dessa moça (esse rapaz, que prefere ser chamado de moça):
Lady gaga, cantora e transsexual. Seu hit Joker Face é um dos mais tocados na playlist da C&A
Apesar do problema de dicção e de ter uma bimbinha no meio das pernas, Lady gaga enfrentou todos os preconceitos e fez sucesso no mundo do showbusiness. Diva do pop ou homem de negócios? Essas duas facetas se confundem em Lady gaga tanto quanto seus órgãos genitais proeminentes, e foi sobre isso que falamos com essa dama de paus da cultura pop.
Gigi D´Agostino: Lady gaga, é verdade que você sofreu preconceito quando descobriram que você era portadora da síndrome?
Lady gaga: É, no começo eu pensei que fosse pelo fato de eu ser um travesti e ficar gaguejando as sílabas das minhas músicas à exaustão, mas depois eu lembrei da Cher e do Will I am, e comecei a desconfiar que meu problema fosse algo mais escroto.
Gigi: E quando você descobriu que seu problema estava além do gogó?
Lady: Quando eu estava no vestiário do Rockgol com a Cher, Scatman John e Will I am. Tive que ir mijar no banheiro de deficientes de tanta vergonha.
Ali-G: Pode crer.
Depois dessa entrevista super descontraída, Lady gaga pediu pra cagar e foi embora, mas não sem antes deixar algumas dicas de como saber se uma pessoa tem a Síndrome:
Dica nº 1 - Se você tem o apelido de Buscapau após uma garota colocar as mãos nas suas calças e precisar da ajuda de um GPS pra encontrar sua bimbinha.
Dica nº 2 - Se você não gosta que falem contigo enquanto está malhando.
Dica nº 3 - Se você malha.
Dica nº 4 - Se você chega do nada pra garotas desconhecidas falando sobre o quanto outras garotas são gostosas e reclamando que mulher é tudo igual (ou você pode ser apenas homossexual).
Dica nº 5 - Se você tem um carro enorme e fica ouvindo funk dentro dele na maior altura achando que isso vai disfarçar a sua clara incapacidade peniana.
P.S.: Esse post é um oferecimento da banda Lady gaga cover, o MCS não se responsabiliza por N-A-D-A.
Gigi D´Agostino não tem miséria de piru. São 11,5 cm de puro prazer... Mole.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

  ©Movimento Cultural Splatter - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo